O que é?

Musicoterapia é a utilização da música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, num processo para facilitar, e promover a comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

A Musicoterapia objetiva desenvolver potenciais e/ou restabelecer funções do indivíduo para que ele/ela possa alcançar uma melhor integração intra e/ou interpessoal e, conseqüentemente, uma melhor qualidade de vida, pela prevenção, reabilitação ou tratamento. (Federação Mundial de Musicoterapia Inc. 1996).

Musicoterapia surgiu oficialmente durante a Segunda Guerra Mundial, quando a música passou a ser utilizada cientificamente e com fins terapêuticos na reabilitação e recuperação dos soldados feridos.

Primeiro plano de estudos acerca dos efeitos terapêuticos da música (como e porque eles eram alcançados)     foi elaborado em 1944, em Michigam (EUA). Em 1950 foi fundada a Associação Nacional para Terapia Musical nos EUA e em 1968, na Argentina, houve a primeira Jornada Latino-Americana de Musicoterapia.

No Brasil, os cursos realizados com esse fim foram fundados em 1971, no Paraná e Rio de Janeiro, e em 1980 a Universidade Federal do Rio de Janeiro iniciou a Prática Clínica da Musicoterapia.

A Musicoterapia é uma carreira de nível superior (graduação e pós-graduação) e é reconhecida pelo Conselho Federal de Educação desde 1978 através do parecer 829/78.

Atuação da Musicoterapia

  • Clínicas e Hospitais Psiquiátricos
  • Clínicas Multidisciplinares
  • Clínicas Geriátricas
  • Hospitais Clínicos-Gerais
  • Hospitais Dia
  • Centro e Instituições de Reabilitação
  • Escolas Regulares e Especiais
  • Instituições Sociais e Públicas
  • Consultórios Particulares
  • Empresas
Anúncios